terça-feira, 5 de maio de 2015

OPINIÃO - 1089

Paulo Dores, autor do blogue «As Leituras do Fiacha», deixa-nos o seu comentário ao livro «1089», de Emílio Miranda.
 
 
«É um livro de leitura envolvente, com uns “pozinhos” de recordação de outras obras como “ Nome da Rosa” (Humberto Eco) e “Os Pilares da Terra” (Ken Follett). Tal como estes, o “1089” tem ingredientes apelativos que espicaçam a nossa imaginação: a Idade Média, monges e mosteiros, amores proibidos, intrigas, a sedução do poder. Mas tem, também, uma vida muito própria. É que, apesar de se debruçar sobre um passado longínquo (antes mesmo de D. Afonso Henriques entrar em cena como o famoso Conquistador), é um passado que nos soa próximo, fazendo dele um romance quase familiar.»
Comentário completo, aqui.